5 de junho de 2012

sem nexo



Não sei o que é. Só sei que nada faz sentido sem ti. Mesmo que eu tente achar a graça naquelas piadas que já me contaste uma vez e que eu ri sem parar, não consigo. Contigo têm tudo um cheiro tão diferente. As cores são mais alegres, o cheiro mais doce, as coisas mais quentes. Então pronto, eu fecho-me em casa á espera que me venhas buscar. Nem que seja para ir ao café ao fundo da rua, ou comprar o teu jantar. Ou então, ficarmos sentados num banco qualquer, num jardim qualquer. Até podemos não ter tema. Eu vou ter a tua companhia, e só com isso, já fico feliz.

3 comentários: