29 de fevereiro de 2012

Vidas Inocentes - Parte 32


*** Carolina ***


Sussurei.
Carolina- Mário, não...
Mário- Deixa fluir.
Levantei-me e disse-lhe.
Carolina- Se eu ainda fosse uma miúda, e não tivesse namorado eu até podia deixar fluir, mas as coisas mudaram Mário. Eu já não sou a Carolina que tu conhecias desde miúda.
Mário- Continuo a gostar de ti.
Carolina- Então o melhor é afastarmos-nos um do outro.
E comecei a andar. Não sabia para onde. Nem sabia a quem ligar para me vir buscar, mas continuei a andar em frente.
Ouvi ele a gritar.
Mário- Queres-te afastar, porque sabes que não te sou indiferente. O carro não está nessa direcção.
Mudei de direcção. Segui-o. Entramos no carro, e estava um ambiente muito gelado.
Carolina- Vais-me levar a casa, e depois não nos vemos mais.
Mário- Tens medo de lhe ser infiel ?
Carolina- Não. Mas se fosse ele no meu lugar, eu também não gostava.
Dito isto, recebo uma mensagem. Era do Daniel.

" Diverte-te com o teu querido. Pode ser que quando chegares, eu já cá não esteja. Eu não sou o teu palhaço. Quando ligares cá para casa, não perguntes por mim. Falamos quando chegares."
Comecei a chorar.
Mário- Que se passa ? Carolina, foi pelo o que eu disse ?
Carolina- Não, quero ir para casa.
Ele parou o carro, e abraçou-me.
Mário- Não chores. Partes-me o coração.
Carolina- Leva-me só para casa.

Ele continuou o caminho, enquanto as lágrimas me corriam. E cada vez mais. Chegamos a casa, e eu saí. Não lhe disse nem para ir, nem para ficar. Para voltar hoje, ou amanhã. Abri a porta de casa, e não a fechei. Se ele quisesse entrar, ele podia. Eu não queria ficar sozinha, mas não lhe queria pedir companhia. Fui directa ao quarto, e deitei-me. Estava morta por dentro. Não sabia o que fazer. Ouvi passos.
Mário- Queres que me vá embora ?
Encolhi os ombros.
Ele veio devagarinho, e deitou-se ao pé de mim. Envolveu-me nos seus braços quentes, e eu adormeci com a cara encharcada em lágrimas.

Ps. Publiquei duas partes hoje, para compensar o tempo que estive sem publicar nada. Beijinhos seguidores, lindos.

2 comentários: