22 de outubro de 2011

Vidas Inocentes - Parte 24


***


Daniel- Nós ainda vamos falar bem sobre isso ! Nem que eu tenha que ficar 24 horas sobre 24 horas ao pé de ti para não ires.
Carolina- Desculpa amor, mas agora é tarde.
Daniel- Sabes que não é, e falta pouco para estar perto de ti todos os dias. Mas prometo-te que sempre que tiver um bocadinho livres, és tu a minha ocupação.
Carolina- Passa comigo esta noite.
Daniel- Não me peças essas coisas, eu não posso.
Carolina- Porquê ? Tu já tens outro alguém não é ?
Daniel- Tu és a única pessoa que eu quero.
Carolina- Eu não te perguntei se querias outra pessoa, perguntei se tinhas outra pessoa. Pára de desviar a conversa.
Daniel- Para te provar que não estou a mentir, vou dormir contigo esta noite.

Sorri, ás vezes fazia bem fazer jogo com ele.

Daniel- Não é que não quisesse mimar-te muito, mas não te habitues porque eu não posso fazer isto.
Carolina- Ai relaxa ! Parece que tens alguém a ditar a tua vida !
Daniel- Não tenho, mas é quase isso.
Não liguei, e abracei-o. Fui dizer ao meu pai que o Daniel ia dormir lá.
Já se fazia tarde, fui-me despedir da Sofia, do Rodrigo, e do David. Por fim, deitei a Maria, e enquanto o Daniel ficou deitado com ela eu fui arrumar as coisas.

Daniel- Amor ela já adormeceu.
Carolina- Ela fica sempre tão contente quando estás por perto.
Daniel- Anda deitar-te, quero aproveitar todo o tempo que estás comigo.

Fomos de mãos dadas até ao quarto. Ele deitou-se de boxers, e eu comecei-me a despir.
Daniel- És tão bonita.
Sorri, e fiquei envergonhada. Virei-me de costas. Ele abraçou-me por trás.
Daniel- Não te vistas. Faz amor comigo.
Começamos aos beijos, e acabamos por nos entregar um ao outro. Era o segundo rapaz que deixava entrar assim na minha vida, e apoderar-se do meu corpo. Ficamos deitados agarrados.
Daniel- Amor desculpa por todo este sofrimento que te ando a causar.
Carolina- Estás longe só de presença, porque no coração estás sempre presente.
Ele pega no telemóvel e colocou no meio de nós, acabamos por adormecer.

Eram 4 da manhã, e acordo com o telemóvel dele a tocar. No visor dizia "Sheila". Acordei-o.

Carolina- Toma, a sheila está-te a ligar.
Ele ficou com cara de assustado e desliga.
Carolina- Quem é a sheila ?
Daniel- Ninguém, anda dormir.
Carolina- Quem é a sheila ?
Daniel- Já te disse que não é ninguém. Deixa-me dormir.
Carolina- Alguém tem de ser, para te estar a ligar.
Daniel- Amor...
Carolina- Fala !
Daniel- É minha ex. Ela está grávida de mim, por isso é que tive que me afastar.
Carolina- Tu mentiste-me, deixaste-me de um dia para o outro, causaste-me sofrimento, e tudo por causa disso ? Só podes estar a brincar. Achas que eu sou tão estúpida para te deixar só pelo simples facto de a tua ex ter engravidado de ti ?
Daniel- Não foi por tu me deixares ou não, só não queria que as coisas sobrassem para ti.
Carolina- Tu és um estúpido.
Daniel- Vou-me embora.

Levantou-se e começou-se a vestir.
Carolina- Eu juro que se saíres por essa porta, nunca mais entras aqui, nem me pões mais a vista em cima !

5 comentários:

  1. OMG tu não acabes logo aqui :o
    vai me dar um treco :o

    ResponderEliminar
  2. O inicio de uma história é fácil , sabemos sempre mais ou menos o que queremos , agora a partir do inicio torna-se complicado. Mas vais conseguir. Está a ficar uma boa trama ;)

    ResponderEliminar
  3. tens de te inspirar mais então xD, esta magnifico, lindo mesmo, amei *.*

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito do teu blog!
    Sigo*
    visita o meu! :)
    http://tonightwillbemore.blogspot.com/

    ResponderEliminar