27 de junho de 2011

amor descontrolado [Parte 13]


***


S- O que é isso Mariana ? Já andas aí com números ? Eu bem disse que hoje estás poderosa. (Deu uma gargalhada)
M- Pára parva. Anda lá fora.
Puxei-a pela mão até lá fora, e de seguida acendi um cigarro.
M- É do Pedro.
S- O quê ? Não acredito. Esse gajo de novo ?! E agora ?
M- Mando mensagem ou nem por isso ?
S- Talvez amanhã. Agora deixa-o esperar Mariana.
Pedimos ao Martim para irmos embora. Ele levou-nos a casa, e foi embora. Naquela noite ia dormir em casa da Soraia. Eram umas 5h da manhã, quando nos deitámos. Andei ás voltas na cama, a pensar no que diria ao Pedro. Ainda gostava dele, e tinha certezas disso. Mas tinha medo. Acabei por adormecer embalada nos pensamentos. E acordar com a Soraia a chamar por mim.
S- Mariana, sua preguiçosa. Anda almoçar.
Fizemos a nossa rotina que é habitual quando estamos juntas. Almoçamos e fomos ter com os amigos dela. Estava pensativa, então mandei mensagem ao Pedro.
" Olá, era só para ficares com o meu número. E desculpa se incomodei ;). Mariana."
Entretanto, já se fazia tarde e fui para casa. Recebo uma mensagem.
" Boa-tarde. Estava a dormir. Cheguei a pensar que não irias mesmo mandar mensagem. Mas fico feliz por te teres lembrado de mim. Beijo"

Inventado, continua :)

4 comentários:

  1. gostei desta parte da história. aliás gostei de todas mas pronto :)

    ResponderEliminar
  2. cada vez se torna mais viciante esta história, sabes era giro contares a parte dele desde o inicio e comparar suas versões da mesma história, ia dar trabalho mas ia ficar lindo.

    ResponderEliminar