9 de julho de 2010

Lembranças ..

Hoje lembrei-me das tuas mãos. Lembrei-me como elas eram frias, grandes, e magras. Lembrei-me tb do teu toque, que era sp tão cuidadoso. Lembrei-me do teu nariz pequenino e fofinho, e qd eu gozava c ele. Lembrei-me qd me deitava no teu colo, e tu fazias festinhas no meu cabelo. Lembrei-me como eras matreiro e conseguias sp adivinhar a cor do meu sutien. Lembrei-me das noites ao teu lado, das directas que faziamos a rir que nem malucos, das vezes que dormiamos bem agarrados, de quando me enfiavas na cozinha a fazer sandes de atum para ti. Lembrei-me como a tua mãe me recebia sp em tua casa. Lembrei-me de qd chorava, tu
pedias por tudo para eu parar. Dei por mim a sentir saudades, saudades de tudo ! Era tudo tão mágico, tudo tão bonito. Mas já passou tanto tempo, e eu nnc me tinha lembrado de ti, como me lembrei hoje. Tenho a certeza que tu já não te lembras nem de mim , nem do meu feitio complicado.. Enfim, lembranças, só lembranças .
" Se tu puseres a tua mão no teu peito, o teu coração vai susurrar que eu te amo, vais ver.. ".
Eras tu que me dizias isto, e hoje quando ponho lá a mão o coração não diz nada, mantém-se calado, não quer falar comigo, foi-se embora a voz .

4 comentários:

  1. Quando os momentos foram bem, mesmo quando já passou muito tempo, eles voltam à lembrança; quase sempre, uma vez por outra, nos roubam os outros pensamentos e instalam-se para os recordarmos. Às vezes faz bem, é bom e reconfortante.
    Gostei do texto

    ResponderEliminar